Incesto

Por: Monique Vieira

Numa exposição, um artista apresentou um quadro que lhe deu farta notoriedade. Com um sorriso tão hipnotizante quanto o de Monalisa, obra de Leonardo da Vinci, a figura pintada retratava uma senhora que em pleno estado de graça estava a elogiar o pintor. A mulher, vestida de branco, como tivesse chegado ao orgasmo numa versão clara de complexo contrário ao de Édipo. Conversava com um menino, franzino e tristonho, que estava ao seu lado:

Continuar a ler

Curvatura

Por: Monique Vieira

A garota vinha caminhando pela estrada, onde pensava encontrar uma cigana que, volta e meia, fazia da rua seu ponto para quiromancia. Na curva da estrada, onde o infinito torna-se mais nítido, visualizou uma senhora, aparentemente de meia idade, que tentava pular do alto da pedra que separava o concreto do abstrato.

– Não faça isso! Gritou Joana.

Continuar a ler

Quem Espera Sempre Alcança

Por: Monique Vieira

A lembrança que tenho de Inês Alice é, moradora da Rua 26 em Parada de Lucas, como gostava de ser chamada “uma mulher cabra macho”. Fazendo alusão a naturalidade nortista. Aos 23 anos, em 1955, casou com, um renomado sargento da Marinha, Aluísio. Um ano após o casório tiveram o primogênito de três irmãos, Aílton Felipe e num intervalo de quatro anos, cada um, nasceu Arlete Beatriz e Álvaro Márcio.

Nessa época, Inês Alice perceberá que seu marido tinha algum problema de ordem psíquica. – Quem em sã consciência, sai de casa apenas de cueca para ir ao bar beber? Comentava. O alcoolismo, de Aluísio, era outro problema que enfrentavam.

Continuar a ler

171 Anos de Experiência

Por: Monique Vieira

 “Caramba”, atrasada novamente!Meu patrão vai me matar!Mas o que posso fazer? Tinha que ir ao banco receber!Separo o dinheiro sacado, coloco o da passagem em um canto e o resto do pagamento do outro lado da carteira… Quando… Vejo uma senhora… Parece nervosa, parece perdida, PARECE estar sozinha.

Continuar a ler

Cream crack

Por: Monique Vieira

Mais um dia ocioso

Mais um dia odioso

Entro na “NET” para desentediar

Quando entendo que a tristeza irá voltar

Ao entrar no MSN, visualizo um recado que é de minha sogra:

Meu filho sumiu faz 24h

Perdi minha boca na BOCA

E não é de outra

Meu namorado foi comprar biscoito

E desapareceu

A mãe nem percebeu

Cedeu

Que o biscoito era de Cream Cracker

Continuar a ler