Histórias de vó

Por: Hosana Souza

Não descobri o mundo através dos livros ou da televisão. Os primeiros contatos que fiz, entre sonho e realidade, aconteceram com pés descalços pulando na varanda. Aconteceram através de sua voz.

Veio do Ceara, fugida em pau de arara como todo bom nordestino. Mesmo queimada de Sol, e como é quente o Sol cearense, a pele se mantinha branca, os cabelos pretos longos na cintura, os olhos como os de Capitu.

Suportara um pai brabo e uma madrasta digna de contos do Walt Disney. Suportara a seca e a fome. Mas não suportaria jamais que alguém lhe levantasse a mão. Menos ainda ele, que nunca ajudou em nada. Fez novena para deixar o amor que sentia queimar como a terra. Fugiu com uma criança no braço e outra no bucho.

Continuar a ler

Anúncios

Carteirinha

Por: Hosana Souza

Thiago ostentava 1,70m de pura timidez. Fala pouco, anda sem jeito, tem um sorriso bonito. Um menino de doze anos que nunca foi o artilheiro da rua, dizem as más línguas que só brinca por ser o dono da bola.

Menino criado por vó e todos os mimos que uma senhora mineira pode dar ao neto caçula. Sua mãe de uma simpatia superprotetora faz suas vontades e a principal delas é apoiar sua paixão. Vidrado em jogos de vídeo game e computador. “Antes na frente do computador que o dia inteiro do que na rua”, argumenta ela com a avó que não se conforma com o menino que não pega um Sol.

Continuar a ler

Não saber

Por Hosana Souza

Tudo caminhava bem como em qualquer sábado. Faxina, sacolão, fazer a unha, acessar o facebook. Atualizações, marcações, mensagens.

Uma mensagem nova: Yan Silva. “Hosana a que horas meu irmão saiu daí?” Uma mensagem nova: Walesca Luz. “Sana que horas meu primo saiu daí? Você já conseguiu falar com ele depois disso?” Uma mensagem nova: Fernando Teixeira. “Como assim o Wanderson sumiu?” Uma mensagem nova: Mauro Vasconcellos. “Alguma noticia do boneco?” Uma mensagem nova: Lucas Neto. “Estamos na casa do Caio. Tenta falar com o outro Lucas, pelo que entendi ele está saindo de serviço agora. Vamos montar um grupo de caça ao Wanderson. Meu número é 92486730”.

Continuar a ler