Final Feliz

Por: Márcio Januário

ALEX – MAIOR TEMPÃO QUE NÃO VARAVA O VIDIGAL DE MOTO SEM CAPACETE. EMPINANDO A MOTO.

VONTADE DE SAIR SAINDO PRO CANTÃO PRA FUMAR UM COM OS AMIGOS, GERAL ZOANDO: CARLINHOS, CLAUDIO, ARISTÓBOLO, DECA, RATO E O ORELHA QUE SÓ SABIA FICAR NA ABA.

MAS AGORA TUDO MUDOU. O DECA VIROU BANDIDO E O ORELHA ENTROU PRA IGREJA. HOJE MESMO O RATO, JÁ LEVOU UMA DURA. REVISTAM MOCHILA DE CRIANÇA, ATÉ AS COROA, ELES REVISTAM. TEM UM TAL DE SARGENTO ROBOCOP, QUE É NEURÓTICO,  LEVA OS CARA PRO CANTO MANDA ABAIXAR AS CALÇA E TUDO. ESCULACHA LEGAL.

OUTRO DIA ELE PEGOU O METEÓRO, IRMÃO DO RASCUNHO E METEU PORRADA, O MOLEQUE É GAGO E ELE ACHOU QUE TAVA ZOANDO, MAIOR COVARDIA.

TÁ FODA TRAMPAR DE MOTO-TÁXI, CAPACETE, SOL NA CABEÇA, E JÁ VEM ESSE BOSTA ME REVISTAR, DE NOVO. DONA ANA-ERA NASCIDA E CRIADA NO MORRO E NUNCA TINHA SIDO REVISTADA.

ESTAVA INDO PRO TRABALHO E O TAL DE SARGENTO ROBOCOP MANDOU O OUTRO SOLDADO REVISTAR A BOLSA DELA. DAVA PRA VER A VERGONHA NA CARA DO SOLDADO, QUE PODIA SER SEU NETO, MAS ORDEM É ORDEM.

PENSOU NA GIRA DE ONTEM, CABOCLO AYMORÉ FALOU QUE AS COISAS IAM PIORAR, MAS QUE ELA TIVESSE FÉ QUE A LUZ PRECISA DA ESCURIDÃO PRA RESSURGIR. EM SILÊNCIO REZOU PRA XANGÔ.

BE SPEARS- TINHA QUE REFAZER O APLIQUE, PEDIU DINHEIRO EMPRESTADO PRA MÃE E FOI PRO SALÃO NA CIDADE, LINDA MONTADA E COLOCADA NO TURBANTE. ESTAVA SE SENTINDO, TODO MUNDO OLHANDO, QUANDO O SARGENTO ROBOCOP DISSE BEM ALTO:

_VIADO ESCROTO!

PENSOU FUDEU, SÓ FALTA ELE ME REVISTAR E ACHAR A PONTA NA MINHA CALCINHA. ALEX NÃO GOSTAVA DESSA PARADA, MAS ESTAVA DURO E ACEITOU A MISSÃO. FICAVA COM A MOTO LIGADA ESPERANDO O DECA NA PORTA DO BANCO, O PLANO LOMBROU, AGORA OS DOIS ESTAVAM DENTRO DO CAMBURÃO.

DONA ANA ESTAVA SAINDO DO TRABALHO QUANDO OUVIU OS TIROS. CORRERIA, ASSALTO. VIU TUDO PRETO, QUANDO ABRIU OS OLHOS ESTAVA NA AMBULÂNCIA. PENSOU EM AVISAR OS FILHOS, MAS A VOZ NÃO SAIA. VIU TUDO PRETO DE NOVO.

BE ESTAVA PUTA DA VIDA O CABELO FICOU PIOR. CHEGOU NO MORRO FOI PRO CANTÃO FUMAR AQUELA PONTA. O SARGENTO ROBOCOP APARECEU, MANDOU ELA BOTAR A MÃO NO MURO. METEU A MÃO DENTRO DA CALCINHA DELA E FALOU:

-É GRANDE, GOSTEI DE VER.

BEIJOU ELA NA BOCA E APERTANDO ELA TODA COM FORÇA GEMEU

_ME COME. ME RASGA! TREPARAM A NOITE TODA.

ELA JÁ ESTAVA APAIXONADA, QUANDO ELE FECHANDO A CALÇA,DISSE

_SE VOCÊ CONTAR PRA ALGUÉM TE MATO. E FOI EMBORA.

O SOL JÁ NASCIA. SE SENTIU UM LIXO, PENSOU NA MÃE DONA ANA, NO IRMÃO ALEX, OLHOU PARA O MURO E LEU NO GRAFITE COLORIDO: “FINAL FELIS”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s