Por pouco tempo

Por: Igor de Oliveira – Bola

A Penha já não é mais a mesma. Olhares temerosos anunciam que estamos na era do Maluco, somente um olhar mal interpretado por ele causava mais um óbito, acompanhado da confecção de cem camisas na estamparia do Frajola.

Até o Bicho Papão e o Velho do Saco antes temido pelas crianças já não causam tanto medo assim e o receio de sair de casa ia além de cogitar que sua filha adolescente pudesse despertar o interesse do dono, que viria na sua casa e a levaria a força de seus pais.

Dono do “Complexo da Penha” nos anos 90, Maluco nos reserva as histórias mais cruéis que já escutei ou ouvi falar.

Já estamos na época da tradicional festa da igreja da penha, que nesse ano não será realizada, pois no ano passado o dono do morro mandou metralhar a festa depois que a ordem de não fazer a mesma foi desrespeitada, tudo porque acabara de descobrir um tumor na cabeça que andava a passos largos.

Enquanto acabava de repudiar seu Deus pelo qual culpava por seu tumor, se dirigia a casa do médico do morro com a intenção de matá-lo por conta do seu diagnóstico que dizia que o tumor já estava avançado e que naquele ritmo tinha pouco tempo de vida.

Ah! Como vocês podem imaginar essa notícia ecoou mais que o gol do Petkovic aos 43 minutos do segundo tempo contra o Vasco, que deu ao Flamengo o título do campeonato daquele ano.

Enquanto declarava guerra a Deus e a natureza decidiu também entrar em guerra com o morro vizinho, morro que tomou de seu dono assim como uma parteira que toma um bebê das entranhas de sua mãe na hora do nascimento.

Depois de se tornar soberano por todo complexo e se reafirmar como o mais poderoso e temido, não desistiu de muitas das suas ações covardes que por muitas vezes envolvia até mesmo os bandidos de seu bando leal e destemido.

Assim eram conhecidos depois da ultima guerra que tiveram ríspidos e com aparência assustadora embora em seus corações o medo de morrer nas mãos do dono os tirassem as noites de sono.

Maluco homem de muitas mulheres já debilitado pelo tumor desde as dores de cabeça que não o deixam dormir e por esse motivo disparava suas armas à noite inteira com o pensamento de que se ele pudesse dormir ninguém mais em seu morro poderia até se tornar o homem de poucas falas por conta da dor que sentia ao emitir as mesmas, encontra sua morte através de mais uma das suas investidas desonestas dessa vez estupra uma mulher que vinha a ser a esposa do seu imediato.

Bandido conhecido como Semanal aproveita a situação para fazer um ataque noturno com mais quatro homens de sua confiança no qual finalmente conseguem matar o Maluco que já tinha sofrido muitos ataques ao longo desses anos, mas todos sem sucesso.

Semanal ficou conhecido por muitos como um herói por ter livrado o morro do que eles mais temiam. Trouxe a paz, crianças brincando na rua os olhares mudaram e tudo volta a ser como antes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s